Desembargador que ordenou soltura de Lula fez doação de campanha para deputado do PT

Política

POR Caio Vale

09/07/2018

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Rogério Favreto, que mandou soltar o ex-presidente Lula neste domingo (8), após atender um pedido de deputados do PT, fez em 2006 uma doação para a campanha do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), que é um dos autores do pedido de habeas corpus feito em nome de Lula.

Além da doação, Favreto, foi filiado ao PT por quase 20 anos. Na época o deputado conseguiu se reeleger. 

Ainda na noite de ontem, um grupo de 100 membros do Ministério Público (MP), entre procuradores e promotores, entraram com um pedido de providências no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o desembargador. 

Para os integrantes do MP, a decisão de Favreto, que atendeu a um pedido de deputados do PT durante plantão no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), violou “flagrantemente o princípio da colegialidade”, uma vez que, na visão dos procuradores e promotores, passou por cima da determinação da 8ª Turma do tribunal.

Comentários

Caio Vale