Atletas buscam alternativas para manter viva a chama do esporte em Mossoró

esporte

POR Franklin Soares

06/05/2018

O esporte que enfrenta dificuldades é o mesmo que demonstra através de pequenos gestos o exemplo a ser seguido para se enfrentar dificuldade. Uma atitude sustentável para o basquete local foi tomada há alguns anos frente a uma crise existente no país e muito mais especificamente no nosso Rio Grande do Norte. 

O nosso Basquete passa por um processo de reestruturação da federação do basquete e ainda são precárias as condições pra estimular o basquete no interior. Assim, alguns atletas de várias equipes da cidade resolveram "arregaçar as mangas" e buscar alternativas para não abrir mão de se fazer o que gosta.

Foi criado o Basquete Mossoró, equipe que é composta por atletas de várias equipes da cidade, Carcarás, Cactus, BJ, Ufersa, Sade e até mesmo alguns ainda do período escolar. A iniciativa já fez com que o Mossoró tivesse resultados significativos em nossa cidade e fora também.

Há 3 anos o Mossoró Basquete vem representando a cidade no circuito do interior do Ceará como equipe convidada. O estado vizinho vive outra realidade com equipe na NBB, várias equipes nas diversas cidades do interior e com isso, a conjuntura adequada pra várias competições de bom nível e estímulo pra que se acenda a chama do esporte pra o Basquete Mossoró que logo teve seu valor reconhecido pelos amigos cearenses.
Aqui na cidade o Basquete Mossoró vem desempenhando sua função de maneira eficaz. Nos torneios que vem sendo realizado esporadicamente, sempre tem participado e conquistado bons resultados a exemplo do último torneio do dia do trabalhador, realizado pelo SESC Mossoró, onde a equipe se sagrou campeã e vem se consolidando como uma realidade alternativa praquele atleta local que realmente gosta de competir e treinar.
Os treinamentos contam com o professor Marcos Paulo e o apoio direto de uma equipe composta pelos próprios atletas pra conduzir os custos e otimizar a participação da equipe nas diversas competições. 



Esse ano, além do circuito do interior no Ceará, que terá rodada em Russas nos dias 2 e 3 de junho, também há a perspectiva de participar do campeonato estadual do RN de 2018, onde o histórico de equipes local é favorável a bons resultados.  Hoje a equipe sobrevive de atitudes coletivas como rifas, contribuição de patrocínio, local de treino cedido pela prefeitura e contribuições de amigos e abnegados que valorizam a atitudes daqueles que enxergam no esporte uma alternativa saudável e rentável de vida.

Com isto, lanço a proposta praqueles que poderiam contribuir pra equipe do Basquete Mossoró seguir em frente com seu belo projeto, que se difere aos outros por tentar unir forças sob a ótica de um objetivo comum, levar o Basquete local a crescer novamente. Pra que este apoio seja possível basta procurar qualquer um componente do Basquete Mossoró através de contato pessoal ou redes sociais que prontamente receberão um belo projeto de atuação da equipe e o retorno de mídia em reconhecimento ao apoio oferecido.

Iniciativas como a do Basquete Mossoró devem ser estimuladas, até mesmo dentro do próprio basquete onde temos o feminino quase inexistente hoje em dia e talvez a solução seja se unir assim como hoje se apresenta o projeto apresentado.

Comentários

Franklin Soares

Franklin Soares, 38 anos, patuense, formado em Educação Física, especialista em avaliação e prescrição de atividade física e colunista de Esporte no Portal Mossoró Notícia.

BioFit - Coluna