Por que Thanos é o melhor vilão da Marvel?

cinema e tv

POR Karla Menezes

09/05/2018


Guerra Infinita reforça que este é um ótimo momento para ser nerd. O maior filme de herói já feito na história, construído ao longo de dez anos, com mais de 30 arcos no cinema e na TV, todos no mesmo universo e muitos deles com narrativas, que de alguma maneira, levam a este filme.

Quem foi ao cinema esperando ver o protagonismo destinado a algum dos Vingadores, se enganou. Thanos é o vilão e o personagem com maior tempo de tela, enquanto os mocinhos se dividiam em grupos para tentar proteger as jóias. Mas afinal quem é esse vilão? O que ele quer? Que jóias são essas? Tudo isso é introduzido nos outros filmes da franquia, em alguns mais e, outros menos, mas sempre vai existir alguma referência. Caso você não lembre, ou não tenha entendido, estamos aqui para isso.


O Titã Louco, como é conhecido nos quadrinhos, tem sua primeira aparição em uma cena pós crédito de Os Vingadores. Aquele monstro roxo com sorrisinho debochado vai ganhando forma aos poucos. Em Guardiões da Galáxia ainda podemos ver um Thanos tirano, mas dessa vez conhecemos mais o seu espaço, seus súditos, sua filha preferida (a Gamora) e sua motivação. Mais uma vez, ele aparece na cena pós crédito de Vingadores a Era de Ultron com a Manopla do Infinito, disposto a pegar todas as seis jóias. Até aí, parece apenas mais um personagem em busca do clichê comum, dominar o mundo. Entretanto, em Guerra Infinita o vilão vai se tornando humanizado, mostra sua motivação real e suas fraquezas.



Logo na primeira cena vemos um momento bem impactante e cruel, entretanto nada é em vão. Thanos basicamente conta e revive sua jornada, entre discursos e flashbacks. Ele destrói seu próprio lar em busca do equilíbrio para o universo, por isso vai em cada planeta com vida para perpetuar esse plano matando metade da população local, aleatoriamente, pois não acredita em privilégios e deseja manter os recursos de cada local conservados e as mazelas do povo minimizadas. Thanos é como um socialista ideológico e ditatorial, capaz sim de se afeiçoar às pessoas, porém implacável em executar seu plano diante do que seja preciso.


As jóias do infinito são um meio para que ele possa impor ao universo mais facilmente suas regras. No filme ele busca pelas seis jóias, que já haviam sido no mínimo citadas, ou aparecer em outros filmes da franquia.


Um vilão confiante, mas que sofre suas próprias perdas. Grande, roxo e tirano, porém crível e carismático, como nenhum outro do universo marvel. Até existem alguns bons vilões como: o Soldado Invernal; Loki; Killmonger… mas nenhum desses é tão poderoso quanto o Titã Louco, ou possui algum objetivo tão ousado quanto “salvar o universo de si mesmo”.


Thanos se sente onipotente e protetor do mundo, tornando-se um personagem: complexo, bem motivado, centrado, mau, porém com um lado humano.


Comentários

Karla Menezes

Karla Menezes, 27 anos, mossoroense, pós graduada em Social Media pela Universidade Potiguar (UNP) e colunista de Cinema e TV no Portal Mossoró Notícias.