Mártires de Cunhaú e Uruaçu serão canonizados neste domingo em Roma

Mártires de Cunhaú e Uruaçu serão canonizados neste domingo em Roma
Cotidiano

Os mártires de Cunhaú e Uruaçu serão canonizados neste domingo (15), em Roma. A cerimônia está prevista para começar às 10h15. No RN, pelo horário local, será às 5h15.

O papa Francisco vai canonizar, de uma só vez, trinta fiéis mortos pelos holandeses calvinistas nos massacres de Cunhaú e Uruaçu em 1645, no Rio Grande do Norte.

Naquela época, os holandeses invadiram o Nordeste do Brasil, pois tinham interesse nos engenhos de cana-de-açúcar. Os comandos, no país, partiam de Pernambuco. Além do objetivo econômico, entretanto, os invasores tentavam impor a religião calvinista por onde passavam e não toleravam a fé católica, segundo conta o padre José Neto, pároco de Canguaretama, na Grande Natal.

Em terras potiguares, os holandeses foram liderados pelo alemão Jacob Rabbi, que reuniu uma tropa formada por soldados e índios e atacou o engenho de Cunhaú, no município de Canguaretama. O ataque aconteceu na manhã do domingo 16 de julho de 1645, dentro da Capela de Nossa Senhora das Candeias, onde era celebrada uma missa. Três meses depois, um novo ataque aconteceu em Uruaçú, em São Gonçalo do Amarante, também na Grande Natal. Ao todo, 80 pessoas foram mortas.

São esperadas mais de 50 mil pessoas na praça do Vaticano para acompanhar a canonização. 450 concelebrantes participam cerimônia ao lado do Papa Francisco.

Comentários

comentários

instagramSiga-nos @mossoronoticias