Grupo protesta contra professor que proibiu aluna de assistir aula com filha na UFRN

Grupo protesta contra professor que proibiu aluna de assistir aula com filha na UFRN

regional

POR Alyson Oliveira

13/03/2018

Um grupo de estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realizou na manhã desta terça-feira (13), um protesto contra o professor Alípio de Souza Filho. O docente proibiu a estudante Waleska Maria Lopes de assistir a aula porque ela estava acompanhada da filha de cinco anos.

Na manhã de hoje, o professor discutiu com os manifestantes. “Eu não estou vendo aqui nenhum verdadeiro estudante, são militantes”, disse o docente. Em seguida, o grupo chama Alípio de “machista”.

Nas imagens, o professor ainda se dirige a uma professora do curso de Ciências Sociais e critica a postura da docente em apoiar os alunos. “Apoie esses alunos”, ironizou Alípio.

Veja vídeo:


O fato aconteceu na terça-feira (6) durante a aula de Introdução à Sociologia do curso de Ciências Sociais da UFRN. “Me senti muito mal. Minha filha perguntou se não podia mais assistir às minhas aulas. Se era por causa dela. É uma grande humilhação. A única família dela sou eu. Ela só tem a mim. Foi terrível”, relatou a aluna.

Alípio Filho diz que não expulsou a aluna da aula. Contudo o professor admite que proibiu a estudante de voltar novamente a uma aula acompanhada da filha.

“Uma criança de cinco anos, todo mundo sabe, é uma criança que fica inquieta. E a aluna tem que se ocupar com a filha. Se ocupa, porque fica vendo a criança levantar, a criança sentar. E, portanto, a criança fica chamando a atenção da aluna, o que faz com que ela não esteja atenta à aula. Além disso, chama a atenção dos demais alunos”, argumenta.

Leia mais:

Professor proíbe aluna de assistir aula acompanhada da filha de 5 anos na UFRN

Foto: Reprodução/Youtube

Comentários

thermas nl2
Biofit nl2
modus nl2