Thor Ragnarok é forminha da Marvel?

cinema e tv

POR Karla Menezes

07/11/2017

Respondendo objetivamente, sim! E uma forma muito mais pra Guardiões Da Galáxia, do que os próprios filmes do Thor, que antes trazia um ar mais badass, porém de vingadores para cá, ele está muito mais engraçadinho. Foi justamente pelo humor, que muitos reclamaram. Alguns acham divertido demais, o que impede de se conectar com os sentimentos e as motivações dos personagens. Não pelo humor, eu gosto de me divertir e ver boas cenas de luta, mas pelo desenrolar da história em tela. O filme tem muitos núcleos e um arrodeio, que parece mais uma “encheção de linguiça”. Uma linguiça animada e divertida, mas ainda uma linguiça. Filmes que me fazem olhar para o relógio, provavelmente, tem algum problema. Sobre os efeitos, não posso negar, tem lá seus exageros de croma key, mas como não ter? A história se passa inteira em outros plantas e mundos. Asgard é um lugar fabuloso e mítico, tanto nos cenários fechados, quanto nos planos abertos. A maquiagem está muito bem feita, principalmente a de Cate Bluchett, que vive a vilã Hela, filha de Odin exilada. Uma vilã sem muitas motivações. Na verdade, causas para ela fazer o que faz podem até existir e são explicadas resumidamente, o que não existe é uma conexão da história com os sentimentos. Ainda sim, Hela é umas das melhores personagens do filme, com o melhor visual e uma peruca perfeita. Obviamente temos as famosas referências e Easter Eggs do universo compartilhado da Marvel e o que torna um dos maiores atrativos para os fãs. Algumas referências esperadas, como a de Stan Lee, que dessa vez aparece como o barbeiro de Sakaar, planeta onde Thor é aprisionado e obrigado a lutar pela vida em uma arena de gladiadores. Em outra situação vemos o herói recém-inserido Dr. Estranho e o imprescindível Hulk. Contudo, o mais surpreendente foi à aparição de alguns atores famosos como Matt Damon, mesmo que breve. Enquanto o filme se passa em Sakaar, podemos ver referências visuais dos anos 80, já em Asgard, principalmente nos flash-backs da história das Valquírias, percebemos uma referência clássica e mitológica, que rendem uma bela fotografia. O filme é bem importante para a continuidade de Vingadores Guerra Infinita, o próximo filme da franquia. Não pela história geral em si. No Ragnarok vemos Thor com uma saga própria, mas quem sabe se aliando a alguns novos personagens que poderão fazer parte da equipe, além de exibir um novo poder. E claro, a primeira cena pós-crédito é a mais importante para continuidade, pois faz uma clara referência a Thanos. Eu vi grandes semelhanças com as fórmulas de Vingadores, Dr. Estranho e Guardiões da Galáxia (principalmente), no referido ritmo de tela e desenrolar do roteiro. O que pode não surpreender os fãs mais amorosos, mas certamente diverte o público geral.

Comentários

Thermas nl2
Biofit nl2
modus nl2