A luta de Beto Rosado pelo petróleo de Mossoró e o oportunismo do PT

política

POR Allan Darlyson

08/05/2019

Após o anúncio da empresa Petrorecôncavo, que comprou 34 campos maduros para exploração na região de Modsoró, apareceram muitos pais para a criança. No entanto, essa luta é antiga e começou no primeiro mandato do deputado federal Beto Rosado.
 
O Projeto de Beto

Desde que assumiu o mandato parlamentar, Beto luta pela a aprovação justamente do seu projeto que prevê a venda dos poços, para gerar emprego e renda à população e royalties pro município. A conquista veio de muitas reuniões com os produtores Onshore e de provar que isso era viável. 

O oportunismo do PT

Sempre contra a presença da iniciativa privada na produção de petróleo, a governadora Fátima Bezerra (PT) ficou muito satisfeita com a notícia. Já a deputada estadual Isolda Dantas (PT), que tão criticava Beto por causa do projeto, agora diz até ter “lutado” pela viabilização dele. 

Investimento 

A empresa Petrorecôncavo vai investir, na produção de Petróleo, mais de 150 milhões de dólares. A expectativa é dobrar a produção do Rio Grande do Norte. 

Histórico

Instalada há 19 anos no Brasil, a PetroRecôncavo explora petróleo em 17 campos na Bahia, onde produz cerca de 4,5 mil barris por dia e se destaca pela larga experiência em aumentar a produtividade nos chamados campos maduros.

Início das atividades

A empresa deverá começar a operar em outubro, após superar toda a burocracia de licenças para atuar no Estado. A principal é a questão ambiental. 

Geração de empregos

A Petrorecôncavo também está constituindo a empresa Potiguar E&P (Exploração e Produção), que terá sede em Mossoró e vai gerar 200 empregos diretos na base, fora os do escritório. 

Valeu, Beto! 

A coluna acompanhou o quanto o deputado federal Beto Rosado lutou para que isso viesse a acontecer. Valeu a luta, Beto! Mossoró sabe que foi você.

Comentários

Allan Darlyson

Jornalista, formado em 2011 pela UFRN. Passou pelas redações do Correio da Tarde, Diário de Natal e TV Ponta Negra. Na área de Assessoria de Imprensa, atuou como assessor de diversos políticos. Rompendo as fronteiras do jornalismo, em 2018, passou a fazer o marketing de campanhas políticas. Hoje, atua como assessor de Comunicação.