Começou o sucateamento da educação

política

POR Allan Darlyson

07/05/2019

Como já era esperado, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) iniciou o sucateamento das Universidades e também dos institutos federais, cortando em 30% os orçamentos das instituições. 

A reação 

Logo em seguida do comunicado do corte, reitores de Universidades e Institutos Federais se pronunciaram contra a medida do governo. Eles terão que fazer malabarismo para manter, principalmente, as bases de pesquisa. 

Mais cortes

O Governo Federal, que dizia usar o dinheiro das Universidades e institutos para a Educação básica, na verdade cortou R$ 2,4 bilhões da Educação, uma área que deveria ser prioritária em qualquer gestão. 

Mágoa 

O presidente tem mágoa pelo fato de a maioria dos professores e estudantes das Universidades e Institutos Federais ter votado no seu adversário, Fernando Haddad (PT), nas eleições do ano passado. 

Medo 

A comunidade acadêmica temia justamente o que Bolsonaro está fazendo: o desmonte da educação brasileira. Ele atingiu justamente a parte que tem o ensino de maior qualidade no País. Ninguém sabe o próximo passo. 

Futuro

Um País que, em vez de investir, atenta contra a Educação não quer um futuro de qualidade para a nação.

Comentários

Allan Darlyson

Jornalista, formado em 2011 pela UFRN. Passou pelas redações do Correio da Tarde, Diário de Natal e TV Ponta Negra. Na área de Assessoria de Imprensa, atuou como assessor de diversos políticos. Rompendo as fronteiras do jornalismo, em 2018, passou a fazer o marketing de campanhas políticas. Hoje, atua como assessor de Comunicação.