Basquete Mossoroense: um legado esportivo se constrói com empenho e organização

Basquete Mossoroense: um legado esportivo se constrói com empenho e organização

esportes

POR Franklin Soares

12/11/2017

Nesta coluna fecho um breve momento dedicado ao Basquete local. A solução pra nossas angústias vividas em meio a tanta desatenção por parte de nossos governantes, dirigentes de federações, entidades representativas do esporte, além dos próprios praticantes da modalidade, se baseia em estruturar, planejar e buscar recursos junto a projetos que visem o fortalecimento da base e a ação das equipes em competições diversas. Falando assim, parece algo fácil de se almejar. Mas porque não conseguimos por em prática o que pode ser considerado o básico pra o desenvolvimento do Basquete local? O que seria essa estruturação? Criar uma associação, clube, agremiação que dê ao grupo que pretende crescer a condição de representatividade junto a federação local, associações representativas, além de uma vez registrado buscar recursos públicos de incentivo ao esporte. [caption id="attachment_6599" align="aligncenter" width="818"] Umas das primeiras formações da AABB Oi. Hoje Carcarás Mossoró[/caption] Mossoró hoje conta com uma associação, resultado de muito empenho e luta para sua criação e serve de exemplo para os demais. Essa organização é AASADE (Associação Atlética Santa Delmira). Uma iniciativa que contribui muito para o desenvolvimento da Base. Planejar, criar um objetivo alcançável a curto e médio prazo, buscar o incentivo para as categorias de base sem esquecer que esta é a maior ação a longo prazo que pode ser feita em qualquer instituição esportiva. A base é a certeza de um futuro seguro. A curto e médio prazo as ações devem estar cheias de treinamentos, estes planejados por profissionais que busquem a evolução das equipes dentro de uma segunda ação que deve constar a participação e promoção de competições regulares. As competições são a essência pra o desenvolvimento e manutenção de qualquer entidade desportiva. Veja, se não há competições regulares, porque treinar regularmente, já que não existe certeza para por em prática seus treinos? [caption id="attachment_6600" align="aligncenter" width="800"] Equipe Carcarás Mossoró[/caption] O NBB (Novo Basquete Brasil) taí pra mostrar isso, além da NBA que é exemplo de organização e periodização pra todas as modalidades do mundo. Mossoró já foi referência no Basquete da região, levando bons atletas para outras cidades, organizando competições de referência e com profissionais bem renomados. O ano de 2007 em uma competição municipal, contou com 14 equipes. Foi o ano que o Basquete mais esteve aceso, pois houve a maior participação de equipes adultas em um torneio local. A última ação para consolidarmos o Basquete é a ação direta de profissionais e abnegados pelo Basquete em um ideal conjunto compor as direções, presidências, diretorias, frentes de treinamento técnico, estruturação de projetos e jurídico afim de otimizar o Basquete e manter um alicerce sólido pra sustentar um calendário dentro de suas dificuldades e desafios. [caption id="attachment_6601" align="aligncenter" width="1280"] AASADE[/caption] Talvez aqui esteja o maior dos empecilhos local, reunir e poder contar regularmente com pessoas que queiram tomar a frente, muitas vezes abrindo mão do próprio prazer de jogar, competir, pra que isso possa acontecer. A quadra de Basquete da Rio Branco traz um exemplo de coletividade e organização por parte de ex atletas que ao chegar na fase adulta sem enxergar clubes ou times que possibilitem o treino desse esporte, se unem e com ajuda voluntária de alguns amigos que se disponibilizam a dar o treino, mantém essa chama acesa de alguma forma. Fazendo desse espaço um ambiente um meio de prática esportiva que concilia o bem estar da saúde pra manter o movimento e claro jogar com amigos e sentir o prazer em praticar o que gosta. Claro que esse espaço traz também crianças e admiradores do esporte a experimentar e até desenvolver também essa prática. Outra iniciativa interessante que poderia ser replicada em outras localidades como antigamente, acontecia nas quadras dos bairros ao redor da cidade. [caption id="attachment_6602" align="aligncenter" width="629"] Equipe Abolição 1[/caption] Aponto soluções que dentro de minha formação e experiência são palpáveis mas é claro que existem outros meios, intercâmbios, contratações de serviços... Todos estes mais caros e nem sempre eficazes a longo prazo. Infelizmente temos um exemplo disto com Magnano na seleção brasileira principal masculina. Deixo aqui estas idéias nada diferentes do que todos já conhecem, deixo também um ponto de apoio e participação para aqueles que quiserem participar de algum projeto assim. Em outros momentos já contribui com alguns projetos e continuo a disposição pra isso. Quero parabenizar aqueles que em meio a tantas dificuldades buscam manter vivo no Basquete, mas alerto que essa vida depende de um bom trabalho de base. [caption id="attachment_6603" align="aligncenter" width="540"] Equipe colegial do final dos anos 90[/caption] A coluna hoje está com fotos de equipes que marcaram época por suas condutas, representatividade e acima tudo o Amor ao Basquete! Aguardo vocês na próxima semana com novas idéias e conto com a participação de todos.

Comentários

Thermas nl2
Biofit nl2
Modus n|2