“Não estamos querendo baderna”, afirma grupo de estagiários em nota

cotidiano

POR Caio Vale

05/01/2019

Em nota emitida nesta sexta-feira (4), a Comissão dos Estagiários da Prefeitura Municipal de Mossoró afirmou que o episódio ocorrido na Câmara Municipal, na manhã de quarta-feira, foi apenas um afloramento dos ânimos entre os seguranças e manifestantes. Na ocasião, um segurança foi agredido com mordidas por uma integrante do movimento.

O portal Mossoró Notícias chegou a publicar no Instagram o vídeo onde mostra a integrante do movimento mordendo várias vezes o segurança. Veja o vídeo.


A comissão destacou ainda que o movimento luta apenas pela manutenção dos contratos dos estagiários e que é contra a qualquer tipo de agressão. “Não estamos querendo baderna, violência, vandalismo, extremismo ou truculência”, afirmou o movimento em nota.

Confira a nota abaixo:

“A Comissão dos Estagiários da Prefeitura Municipal vem através desta nota esclarecer a população mossoroense acerca dos fatos veiculados que tentam macular a imagem do nosso movimento.

Circula nas mídias um vídeo no qual uma manifestante teria agredido um segurança que fazia a guarda da prefeita Rosalba Ciarlini, vinculando o movimento a atos de "extrema esquerda".

Primeiro, deixamos claro que nosso movimento não tem matriz ideológica, nem partidária. Não se está discutindo direita, esquerda, partido A ou partido B. Esse não é nosso foco. Nosso pleito é a manutenção dos nossos contratos junto a prefeitura. Nosso intuito é que não aja rescisão contratual antecipada, nem diminuição de valor.

Nosso movimento é autônomo. Não somos palanque de nenhum político. E estamos recebendo apoio de diversos vereadores da cidade, tanto de oposição, quanto de situação. Na mesma reunião e foto em que aparece o vereador Petras, está a Presidente da Câmara de vereadores, a vereadora Izabel Montenegro, que a situação na gestão da atual prefeita Rosalba Ciarlini, bem como a deputada estadual Isolda. Fora eles, recebemos apoio de diversos outros, como o deputado Allyson, que esteve conosco nos atos do dia 28 de dezembro de 2018.

Quanto ao episódio da agressão, deixamos claro que não coadunamos com nenhuma forma de agressão! NÃO ESTAMOS QUERENDO BADERNA, VIOLÊNCIA, VANDALISMO, EXTREMISMO OU TRUCULÊNCIA. Só queremos a manutenção dos nossos contratos.

O que houve foi o afloramento dos ânimos entre os seguranças e manifestantes. Em diversos outros vídeos  (que não tiveram a mesma repercussão) mostram a truculência dos seguranças (inclusive de vereadores) para com os manifestantes, mediante gritos e empurrões. A jovem que protaconizou a mordida também foi agredida, e tentou exercer sua defesa. Não julgamos justo que se tente macular nosso movimento assim.

NÃO SOMOS PARTIDÁRIOS, SOMOS PACÍFICOS, NÃO QUEREMOS GUERRA. SÓ QUEREMOS NOSSOS CONTRATOS.  

Nós estagiários cuidamos de mais de 800 crianças com deficiência, cuidamos da defesa técnica do município em milhares de processos judiciais, atendemos aos servidores e a população.

Cordialmente,

Comissão dos Estagiários da Prefeitura Municipal de Mossoró – CEPM”

Foto: Divulgação

Comentários

Caio Vale