Carlos Augusto[email protected]Tecnologia

Carlos Augusto

Já conversou com sua geladeira hoje?


Não está longe o dia em que conversaremos com os eletrodomésticos. Atualmente já é possível trocar ideias com os assistentes pessoais - Siri, Cortana, Google Now - embutidos em nossos smartphones e outros dispositivos. Geladeira com Wi-Fi já é realidade, mas será que essa moda pega? Leia a coluna de tecnologia da semana do Professor Carlos Augusto.





Não, eu não estou ficando maluco. Conversar com a geladeira já é uma realidade – ainda é caro, mas é real. Estamos falando de IoT, sigla para Internet of Things – ou simplesmente “Internet das Coisas”. Não é uma tecnologia nova, foi criada no final dos anos 90 no MIT para automatizar alguns objetos.


De que coisas estamos falando? Qualquer coisa!


Entre os seus dispositivos, já estão conectados à internet o smartphone, o tablet, notebook, desktop... Até aí tudo bem. Mas já existem outros equipamentos que também se conectam à rede, e que num passado recente não se conectavam. Bons exemplos são as televisões, agora chamadas de SmartTVs. Elas facilitam o acesso ao YouTube e NetFlix, não é mesmo?


De uma forma geral, Internet das Coisas, são sensores inteligentes instalados em objetos, seja uma geladeira ou um relógio, e estão conectados à internet para interagir com o ambiente, outros equipamentos e o usuário.


Atualmente, além da geladeira conectada ao Wi-Fi, temos cafeteiras, ar-condicionados, sistemas de som, lâmpadas, alarmes, relógios, câmeras, enfim, são muitos os exemplos de “coisas” acessando a internet e realizando tarefas que antes precisavam de comandos. A ideia por trás disto não é fazer você ficar em pé na frente da geladeira assistindo ao último episódio de Game of Thrones, e sim, transformar objetos antes inertes em facilitadores das tarefas diárias.



Geladeira Wi-Fi Samsung.



A geladeira Wi-Fi tem a função estoque que avisa quando os produtos estão prestes a acabar e pesquisa onde encontrá-los com preços mais baixos. O mais cool da geladeira – sem trocadilho – é que ela pode se comunicar com outros eletrodomésticos, fogão e micro-ondas, por exemplo, para combinar de preparar uma receita em conjunto. Durante a CES 2017, realizada em Las Vegas, a Samsung apresentou seis modelos de geladeira Wi-Fi com tela touch de 21 polegadas. Além das funções “básicas”, ela apresenta calendário, bloco de anotações, lembretes, tudo interligado com o seu smartphone.


Quando uma nova tecnologia é introduzida no mercado, sempre custa mais caro. Os modelos mais em conta saem em média por R$ 9.000,00. É questão de tempo para isto mudar. Lembro que uma TV de plasma de 37 polegadas, Pioneer, custava em média R$ 18.000,00 - e quem não tem uma tela plana hoje?


Mas, dá licença que a cafeteira está chamando.


Até a próxima.


- - - - - - - - -

Carlos Augusto é entusiasta de tecnologia desde que ganhou seu primeiro videogame em 1985, o Odyssey da Philips e seu ar-condicionado está conectado à internet.


Tem alguma sugestão para esta coluna?


Fale comigo: [email protected]


Acompanhe-me nas redes sociais:

instagram.com/professorcarlosaugusto

youtube.com/conexaotiegestao


Comentários