Leite UHT x Leite Pasteurizado

nutrição

POR Celina Avelino

27/11/2018

O leite UHT está sedo bastante utilizado para dietas, esse leite é aquecido em altas temperaturas. O leite UHT sofre Ultra Alta Temperatura, em torno de 130ºC durante 2 a 4 segundos, e rapidamente resfriado a uma temperatura inferior a 32ºC e envasado sob condições assépticas em embalagens estéreis e hermeticamente fechadas.

Nos leites UHT é permitido o uso de estabilizantes. Podemos observar que o tempo de prateleira é maior e possui alterações do sabor, afinal, foi submetido a temperaturas (alta e baixa) matando os microrganismos do leite, tanto os bons quanto os ruins. Esse tipo de leite também pode ser acrescido de aditivos alimentares.

O leite pasteurizado, de saquinho, elaborado a partir do leite cru refrigerado submetido a aquecimento de  72ºC a 75ºC por 15 a 20 segundos, posteriormente de resfriamento imediato, até temperatura igual ou inferior a 4ºC e envase em circulo fechado no menor prazo possível, sob condições que minimizem contaminações. Nesse tipo de leite, não é permitido o uso de aditivos alimentares (aumentando seu tempo na prateleira) por isso o seu vencimento é em curto prazo após aberto. 

Esse tipo de leite não é necessário a fervura, apenas mantê-lo sob refrigeração e consumir antes do prazo de validade. 

Qual dos dois mais saudáveis? O pasteurizado, nesse sentido, é o melhor, pelo pouco tempo de prateleira e também sem a adição de aditivos, preservando também seus nutrientes. Mas nem todos podem ter acesso a esse tipo de leite, por isso, o UHT torna-se bom também. Espero que tenha gostado. Essa e muito mais dicas só aqui no Mossoró Noticias.

Referências:
MAPA: Instrução Normativa nº 62, de 29 de dezembro de 2011 
MAPA: Portaria nº 146 de 07 de março de 1996 

Celina Avelino – Nutricionista – CRN 20650
 
Pós graduanda em Nutrição Esportiva e Estética
Instagram - @papodanutricionista
Facebook – Papo da Nutricionista
Agendamentos pelo wpp (84) 99988 – 1768

Comentários

Celina Avelino

Celina Avelino, 23 anos, mossoroense, formada em Nutrição pela Universidade Potiguar (UNP) e colunista de Nutrição no Portal Mossoró Notícias.