Denúncia

Arquivista da PMM registra Boletim de Ocorrência por denunciação caluniosa

Arquivista da PMM registra Boletim de Ocorrência por denunciação caluniosa

Foto: Divulgação/PMM

No final da tarde desta quarta-feira (18), a Servidora Municipal Nadjara Dias Bezerra, integrante da Comissão do Arquivo Geral da Prefeitura de Mossoró, ao realizar o procedimento rotineiro de transferência do arquivo passivo da administração municipal, foi abordada por três pessoas armadas, que a acusaram de estar realizando a retirada ilegal de documentos da Sede do Poder Executivo Municipal. Apesar de não apresentar nenhuma identificação e estarem em carros descaracterizados, no momento da abordagem essas três pessoas se identificaram como policiais militares.


A servidora foi conduzida para a Delegacia de Plantão, onde após o procedimento de análise de documentação, não foi verificada nenhuma irregularidade, sendo encontrados apenas documentos datados de 1970 a 2011. O delegado da Polícia Civil, Roberto Moura, então decidiu encerrar o caso.


CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A servidora municipal, Nadjara Dias, acompanhada pelo procurador adjunto do Município, Júlio César de Souza Soares, decidiu então registrar um Boletim de Ocorrência por denunciação caluniosa contra as pessoas que fizeram a denúncia, descrevendo o ato de condução ilegal que sofreu até a delegacia.


“Quando eles disseram que eram policiais, eu pedi para ver o distintivo deles e eles me mostraram as armas dizendo que aquelas eram suas identificações. Eles disseram que estavam me seguindo desde a minha saída do Palácio da Resistência. Após a abordagem, eles ligaram para uma guarnição da Polícia Militar que chegou imediatamente no local onde estávamos. Quando a polícia chegou, eles foram liberados e fui conduzia pelos policiais até esta delegacia. Eu sabia que estava apenas fazendo meu trabalho e não estava cometendo nenhuma irregularidade”, enfatiza Nadjara Dias.


Após o encerramento do caso, servidora concluiu procedimento de transferência do arquivo passivo da administração municipal, deixando toda documentação que estava em sua posse no arquivo central da Prefeitura de Mossoró.

Comentários