Avanço

Covid-19: Natal usará sobras de vacinas em pessoas a partir de 18 anos

Covid-19: Natal usará sobras de vacinas em pessoas a partir de 18 anos

Fotos: Tony Winston/MS

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), sancionou nesta terça-feira (20) a lei que regulamenta o uso da “xepa” das vacinas contra a Covid-19.


O projeto permite que as equipes de saúde apliquem sobras de vacinas em pessoas com mais de 18 anos e que moram no entorno das unidades de saúde, mesmo que elas estejam fora da lista de prioridades e dos grupos vacinados no momento.


O objetivo seria evitar a perda de vacinas, já que, depois que o frasco é aberto, os imunizantes têm poucas horas de validade.


CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Mossoró sem “xepa”


Em uma clara manobra de retaliação política, a Câmara Municipal de Mossoró derrubou no dia 30 de junho, o requerimento de urgência do vereador de oposição Francisco Carlos (PP) sobre a regulamentação das sobras de vacinas da Covid-19 em Mossoró.


Para aprovar a urgência do requerimento eram necessários 8 votos favoráveis. Foram favoráveis além do autor, a vereadora Larissa Rosado, Pablo Aires, Didi de Arnor e Marleide Cunha, os demais se mantiveram contrários ao projeto.


Nesta terça-feira, Francisco Carlos disse que o projeto de regulamentação do uso de sobras de vacinas em Mossoró está “engavetado”.


“Em Mossoró, a Câmara Municipal, orientada pelo prefeito – Allyson Bezerra –, entendeu que nosso projeto similar não tinha urgência para ser aprovado. Está engavetado”, relatou em uma rede social.


Perda de vacinas


Segundo a plataforma RN+Vacina, foram perdidas desde o início da vacinação, 2.462 doses de vacinas em Mossoró.

Comentários