Flamengo bate o Corinthians por 4 a 1 e segue firme no topo da Série A

Pela 30ª rodada do Brasileirão, Rubro-Negro marca três vezes com Bruno Henrique e uma com Vitinho para garantir a vitória no Maracanã


Flamengo bate o Corinthians por 4 a 1 e segue firme no topo da Série A Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Firme na liderança! Neste domingo (3), o Flamengo recebeu o Corinthians, no Maracanã, dominou as ações no Clássico de Povo e venceu pelo placar de 4 a 1. O resultado pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro faz o Rubro-Negro chegar a 71 pontos e manter oito pontos de distância para o segundo colocado na tabela. O Timão, com 45, ocupa a sétima posição.



O jogo


Flamengo e Corinthians fizeram um primeiro tempo equilibrado até os 40 minutos do primeiro tempo. O Timão começou melhor, criando algumas chances e marcando bem a equipe da casa, que teve mais posse de bola e apostava em jogadas pelo alto. Foi em um lance desses que saiu o pênalti que abriu o placar para o Rubro-Negro. Aos 42 minutos, após Everton Ribeiro cruzar para Arrascaeta, o uruguaio caiu em dividida com Cássio. Na cobrança, aos 45, Bruno Henrique bateu cruzado e viu o goleiro corintiano fazer a defesa, mas, no rebote, o camisa 27 não desperdiçou: 1 a 0. No minuto seguinte, Gerson avançou pelo meio, se livrou da marcação e tocou na frente para Bruno Henrique dar um toque sutil e ampliar a vantagem rubro-negra.


O ímpeto do time da casa foi o mesmo no segundo tempo. Tanto que, com apenas 23 segundos de bola rolando, Pablo Marí lançou a bola, Arrascaeta desviou, e Bruno Henrique invadiu a área para fazer 3 a 0. Aos quatro minutos, após boa jogada pela esquerda, Arrascaeta tocou para Vitinho, que ficou cara a cara com Cássio e por pouco não fez o quarto, mandando a bola para fora. O Corinthians foi tentando quebrar o embalo do Fla e, aos seis, conseguiu descontar. Mateus Vital aproveitou cruzamento de Pedrinho e cabeceou sem chances para Diego Alves: 3 a 1. Mas o domínio rubro-negro não parou e, aos 21, Vitinho ampliou. O camisa 11 recebeu de Willian Arão na intermediária, avançou e soltou uma bomba de canhota para fechar a conta: 4 a 1.

Comentários

mais notícias