Dispensa

Jogador do Potiguar é dispensado após agredir colega depois do jogo; irmão dele nega

Jogador do Potiguar é dispensado após agredir colega depois do jogo; irmão dele nega

Foto: Léo Moura/ACDP

Durante a partida entre ABC e Potiguar de Mossoró, o atacante Jefinho entrou no jogo e, alguns minutos depois, foi expulso após receber amarelo e reclamar com o árbitro de maneira bem agressiva. Jefferson saiu chorando de campo, desolado.


Agora no fim da noite, o Potiguar emitiu uma nota explicando que rescindiu o contrato do jogador após ele e seu irmão agredirem o atacante Wilker na saída do time do Frasqueirão.


Juninho Santos, irmão do jogador expulso, contou que foi alertado por uma pessoa de dentro do vestiário que o atacante Wilker, do Potiguar, no fim do jogo, fez uma "cobrança" exagerada, chegando a dar um bofete e chutes, em Jefinho.


De acordo com ele, Jefinho não participou da agressão a Wilker, diz que foi uma atitude dele que, com ódio, quis tirar satisfação pela agressão sofrida pelo irmão dentro do vestiário, golpeando o camisa 7 do time mossoroense com o capacete.


Para Junior, o irmão está saindo como injustiçado na situação e reconhece que o ato dele ocasionou um problema maior, mas pede que o clube não feche os olhos para o que, de acordo com ele, aconteceu antes disso.


CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Veja a nota do Potiguar


A Associação Cultural e Desportiva Potiguar comunica o desligamento do jogador Jefinho. A decisão foi em conjunto, envolvendo a comissão técnica e diretoria executiva do clube.


O motivo do desligamento foi devido ao fato, ocorrido após o fim da partida, na porta do vestiario, no qual o jogador e o seu irmão, que se encontrava fora do estádio Frasqueirão, agrediram o atacante Wilker. O fato gerou um grande mal estar entre os integrantes da delegação.


O Potiguar jamais aceitará atos de agressão e covardia, bem como tomará as providências trabalhistas em relação ao caso.


96 FM

Comentários