"Eram irmãos", diz atacante potiguar que jogou com vítimas da tragédia no CT do Flamengo

esporte

POR Caio Vale

08/02/2019

O atacante potiguar Tallisom Cauã atuou nas categorias de base do Flamengo durante a temporada 2018 e conhecia todas as vítimas da tragédia ocorrida na madrugada desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro. O jogador de 15 anos está muito abalado com a morte dos ex-companheiros de clube e lembrou que "poderia estar lá".

Revelado pelo Santa Cruz de Natal, Tallisom morou por oito meses no alojamento do centro de treinamento do Flamengo, onde aconteceu o incêndio que matou 10 jovens e deixou três feridos.

- Foram oito meses convivendo com eles. Todos me receberam de braços abertos. Quando recebi essa notícia fiquei muito chocado pois tinha perdido grandes amigos que fiz no Flamengo. Eram como irmãos. Agora é pedir para Deus que possa confortar os familiares das vítimas - declarou.

Pelo Flamengo, Tallisom disputou torneios e amistosos pelas categorias sub-15 e sub-16, como a Copa Nike, sendo campeão ao lado de Christian Esmério, Samuel Thomas e Jorge Eduardo Santos, três das vítimas da tragédia desta sexta-feira.

Natural de Pendências, a 203 km de Natal, o atacante retornou para o Rio Grande do Norte em dezembro e, em janeiro deste ano, passou a treinar com o elenco profissional do Santa Cruz para manter a forma.

Com informações do Globo Esporte RN

Comentários