Pinacoteca

Isaura Rosado doa acervo com mais de mil obras para criação de pinacoteca em Mossoró


Isaura Rosado doa acervo com mais de mil obras para criação de pinacoteca em Mossoró

Foto: Monaliza Teixeira

Mossoró se prepara para inaugurar a melhor pinacoteca do Rio Grande do Norte, localizada na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). A nova Pinacoteca e Memorial ESAM/Ufersa (PIM) promete ser um marco cultural, contando com um acervo de 1.300 obras que retratam a rica história das artes plásticas do estado e do Brasil. A inauguração está prevista para o fim do mês de julho.


A pinacoteca será composta por obras do acervo pessoal da professora aposentada Isaura Amélia de Sousa Rosado Maia, repassadas por meio de comodato. Isaura Amélia, que possui um título de comodato das obras, destacou a importância do projeto: “Mossoró terá a melhor pinacoteca do Rio Grande do Norte, que irá contar a história das artes plásticas do nosso Estado, aqui na Ufersa”.


O acervo da pinacoteca inclui artistas regionais e nacionais, com obras em diversas técnicas, como tinta óleo, aquarela, tapeçaria e escultura. O curador da exposição, Manoel Onofre, ressaltou a relevância da pinacoteca para a arte no estado: “Vejo como de uma importância ímpar, principalmente pela qualidade das obras e pelo acervo que a pinacoteca vai expor”.


A reitora da Ufersa, professora Ludimilla Oliveira, está ansiosa pela inauguração da pinacoteca: “Representa trazer para a universidade a alma da arte que nada mais é o despertar do olhar humano para o que está além do quadro. A universidade, as pessoas, precisam da arte, viver e entender a arte. Estamos felizes e vendo que tudo vem prosperando para que essa realidade seja tão logo inaugurada”.


A pinacoteca está sendo instalada no Prédio Central da Ufersa e contará com espaços para exposições, conservação e restauro, multimídia, além de áreas destinadas à universidade. A professora Tamms Morais, pró-reitora adjunta de Extensão e Cultura (PROEC) e diretora da pinacoteca, explicou: “A Pinacoteca está sendo instalada no Prédio Central e irá comportar não só o espaço das exposições, que está em processo de revitalização, mas também salas com acervos, conservação e restauro, além de espaços voltados para multimídia, assim como espaços destinados para a universidade”.

Comentários