Defesa Civil afirma que local de incêndio no CT do Flamengo não tinha laudo

Defesa Civil afirma que local de incêndio no CT do Flamengo não tinha laudo

polícia

POR Caio Vale

08/02/2019

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro e Secretário de Defesa Civil, Roberto Robadey, declarou que o alojamento em que estavam as vítimas da tragédia não tinha documentação. Na madrugada desta sexta-feira (8), dez adolescentes morreram em um incêndio dentro do centro de treinamento do Flamengo.

"Não é exclusividade desse local. Mas as pessoas as vezes aprovam uma planta, aí quando vai ver resolve fazer puxadinho. Aumentar. A gente lamenta que as pessoas não possam fazer um planejamento adequado. É um ato final. Existe todo um procedimento. O fato de não ter a documentação implica até que não havia segurança. Muitas vezes até existe os dispositivos de segurança, mas ainda não teve uma regularização adotamos várias medidas para simplificar esse processo para agilizar", declarou Robadey.

Leia mais: Incêndio no centro de treinamento do Flamengo deixa dez mortos

O incêndio atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade. As vítimas estavam dormindo no momento do incêndio, o que teria contribuído para a tragédia. Os bombeiros foram acionados às 5h17 e os feridos foram levados para o hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. 

Foto: Reginaldo Pimenta

Comentários