sem fundamentos

Ministério Público confirma que denúncias contra Allyson são improcedentes


Ministério Público confirma que denúncias contra Allyson são improcedentes

Foto: Reprodução

A ação movida por setores da oposição contra o prefeito Allyson Bezerra, na tentativa de afastar o gestor por suposto ato de improbidade administrativa, foi considerada improcedente pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte.


Em parecer assinado pelo promotor Fábio Weimar Thé, o MP assinalou que, ao contrário do que retrata a denúncia, o ex-secretário Kadson Eduardo foi exonerado antes mesmo da apresentação da ação e da instauração do procedimento pelo órgão ministerial, e que não há elementos para, sequer, abrir a investigação e condenar Allyson ao afastamento do Palácio da Resistência.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Portanto, diante de todo o contexto acima exposto, CONCLUI-SE PELA INVIABILIDADE DA INSTAURAÇÃO DE INVESTIGAÇÃO, tornando-se IMPERIOSO O ARQUIVAMENTO da presente Notícia de Fato”, destaca a posição do MP.


O Ministério Público ainda afirmou que não há “outras provas a produzir ou quaisquer outros atos a produzir no presente feito, tampouco possui interesse em assumir o polo ativo da demanda”.


A resposta do Ministério Público frusta o grupo de oposição ao prefeito Allyson Bezerra, que buscava, na Justiça, alguma forma de tirar o gestor da Prefeitura e da disputa municipal que se aproxima.

Comentários