Sem interesse

Prefeitura de Mossoró não faz parceria com a Ufersa e deixa de receber milhares de vacinas da Pfizer

Prefeitura de Mossoró não faz parceria com a Ufersa e deixa de receber milhares de vacinas da Pfizer

Foto: Alain Jocard/AFP

A Prefeitura de Mossoró demonstrou total desinteresse em firmar parceria com a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) para viabilizar o recebimento de doses da vacina da Pfizer. Apenas a Ufersa conta com refrigerador adequado para armazenar as doses. Cerca de 30.000 doses já foram enviadas para o RN e, até agora, nenhuma veio para Mossoró por falta de interesse do município. Hoje, somente Natal vem recebendo o imunizante no estado.


A vacina da Pfizer é a mais eficaz contra a covid-19 entre as aprovadas no Brasil, podendo chegar a 95% de eficácia. Na última quarta-feira (12), o Ministério da Saúde confirmou a aquisição de 100 milhões de doses desse imunizante. Mossoró poderá ficar de fora.


CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Para conseguir receber a vacina, o município precisa comprovar a capacidade de armazenamento das doses ao Ministério da Saúde, assim como foi feito em cidade de médio porte da Paraíba, como Cabedelo e Campina Grande. A parceria com a Ufersa resolveria esse problema.


O Mossoró Notícias apurou nesta quinta-feira (13), que a reitora da Ufersa, Ludimilla Oliveira, enviou um ofício ao prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade), informando que a universidade teria um ultracongelador para ceder ao município durante o período de vacinação. Mas, até o momento, não houve interesse por parte do prefeito.


A SITUAÇÃO DA COVID EM MOSSORÓ É A MAIS GRAVE DO ESTADO


Enquanto isso, a região de Mossoró continua em situação crítica com a pandemia. É a única região do estado com filas de UTI. De acordo com dados atualizados do Regula RN, há 24 pacientes na fila de espera e nenhum leito disponível no oeste potiguar. Na capital, a situação é bem diferente. 31 leitos disponíveis para apenas 7 pacientes que aguardam na fila.

Comentários