MP abre seleção para assessor técnico de inovações tecnológicas; salários de R$ 5,5 mil

MP abre seleção para assessor técnico de inovações tecnológicas; salários de R$ 5,5 mil

regional

POR Alyson Oliveira

16/10/2018

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu processo seletivo para o cargo de assessor técnico de inovações tecnológicas. Os currículos devem ser para e-mail [email protected] a partir desta segunda-feira (15) até o dia 22 deste mês. A carga é de 40 horas semanais e a remuneração do cargo é de R$ 5.545,77, mais benefícios (auxílio alimentação no valor de R$ 1.400 e auxílio saúde).
 
O cargo é de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração pelo procurador geral de Justiça (PGJ). O processo seletivo é composto de análise dos currículos, entrevistas técnicas e comportamentais e submissão dos candidatos pré-selecionados ao PGJ para nomeação.
 
A seleção leva em consideração a necessidade de o MPRN elevar a eficiência e a eficácia dos seus serviços e valoriza critérios objetivos e meritocráticos. Após a triagem e análise dos currículos recebidos, os candidatos que estiverem consonantes com o perfil definido serão selecionados para entrevista técnica e comportamental conduzida pela Gerência de Desenvolvimento Humano, em parceria com as chefias demandantes. Essa etapa tem caráter eliminatório e ocorrerá entre os dias 29 e 30 de outubro.
 
Ao final do certame, um único candidato será considerado aprovado, com a decorrente nomeação pelo procurador geral de Justiça. O candidato selecionado terá o prazo de 5 dias úteis para providenciar os documentos necessários para a posse. A relação dos documentos e exames necessários se encontra disponível no site MPRN, na seção concurso/cargo comissionado: gestor público.
 
Cargo

Podem concorrer ao cargo pessoas com nível superior em qualquer área (preferencialmente em Tecnologia da Informação), com cursos na área específica. É desejável pós-graduação em Tecnologia da Informação. Também é desejável conhecimento na área de sistemas, em nível sênior na linguagens Microsoft .NET, C# e Angular, gestão de projetos, inovação organizacional, desenvolvimento e manutenção de arquitetura de software. Preferencialmente, o candidato deve ter experiência profissional em gestão da inovação em tecnologia da informação, especialmente na administração pública; e gestão de equipes.

O assessor técnico de inovações tecnológicas tem como atribuições:
 
- Assessorar tecnicamente e munir de informações seu superior imediato, a Administração Superior e demais unidades da Instituição sobre assuntos relacionados à Assessoria de Inovações Tecnológicas;
- Assessorar e elaborar plano de implantação de governança de Tecnologia da Informação;
- Acompanhar a gerência dos projetos de Tecnologia da Informação;
- Estudar, fomentar, avaliar e propor inovações tecnológicas no escopo da Tecnologia da Informação, dentro da Instituição, que visem a melhorar o atendimento das demandas presentes e futuras e/ou a redução dos custos operacionais;
- Propor e implantar o Plano de Continuidade do Negócio de Tecnologia da Informação da Instituição;
- Planejar, propor, elaborar e assessorar na implantação da gestão do conhecimento na área da tecnologia da informação;
- Acompanhar e assessorar tecnicamente, em conjunto com as demais áreas da Diretoria de Tecnologia da Informação, os processos de aquisição de soluções tecnológicas;
- Estudar, implementar e implantar tecnologias e ferramentas que melhorem o processo de desenvolvimento de soluções;
- Elaborar os planos de formação, desenvolvimento e capacitação do pessoal vinculado à Diretoria de Tecnologia da Informação;
- Mapear as demandas relacionadas à Tecnologia da Informação;
- Emitir parecer técnico para aquisição e homologação de soluções tecnológicas relativas às soluções propostas pela assessoria;
- Planejar, elaborar e prestar suporte interno na implementação de frameworks de produção e controle visando a atender aos padrões de qualidade de serviço internacional (ISO);
- Apresentar à Diretoria de Tecnologia da Informação relatórios periódicos das atividades da assessoria;
- Assessorar as demais unidades da Diretoria de Tecnologia da Informação a acompanhar e certificar os serviços contratados e as aquisições relacionados a cada área;
- Planejar e administrar base de conhecimento para resolução de problemas futuros;
- Identificar e propor técnicas e ferramentas de gestão adequadas a sua área de atuação;
- Gerenciar os contratos administrativos e convênios vinculados a sua unidade;
- Elaborar relatório anual referente às suas atividades, o qual deverá ser enviado à Administração até o dia 15 de janeiro do ano subsequente para subsidiar o Relatório Anual das Atividades do MPRN;
- Elaborar planos operacionais da Assessoria de Inovações tecnológicas;
- Elaborar Termos de Referência para aquisição de bens ou serviços relacionados a sua área de atuação;
- Elaborar os atos administrativos relacionados a sua unidade;
- Desempenhar outras atividades que lhe forem delegadas por chefia imediata ou institucional.
 

Comentários