A incoerência de Fátima Bezerra reflete o seu nível de amadorismo sobre economia

economia e empreendedorismo

POR Vinicius Salgado

04/12/2018

Não me surpreende que a governadora do PT seja incoerente e não entenda de economia. Isso são como pré-requisitos para ser filiado do partido. Porém, a conta quando chega sempre é cara e quem paga somos nós. O resumo desse texto de hoje é: para os petistas, as coisas só funcionam quando é o PT que faz. 

Quando a Fátima era da oposição, ela foi contra o aumento da alíquota previdenciária, proposta por Robinson Faria para aumentar a arrecadação. Agora, a poucos dias de assumir o comando do estado, a governadora vai propor o aumento de 11% para 14% nesta contribuição, o que representa quase 30% a mais da renda dos servidores para a previdência. Será que os petistas vão ser contra esse aumento por ser “exploração” do servidor? Claro que não, já que a visão deles muda totalmente quando algo ruim é feito pelo PT.

O RN é um estado falido, precisa urgentemente aumentar a arrecadação. Neste caso, a solução petista é a esperada: eles querem aumentar arrecadação aumentando impostos. Por que não cortar gastos? É algo que não cabe nas ideologias petistas. Eles não conseguem administrar nem contas de campanha, quem dirá a situação fiscal do nosso estado.

Dias sombrios estão por vir, serão quatro anos que iremos ver, na prática, o quão é fraca a nossa governadora e a sua equipe.

Comentários

Vinicius Salgado

Vinícius Salgado, 23 anos, mossoroense, acadêmico do 9 período do curso de Economia na UERN e colunista de economia no Portal Mossoró Notícias.

Crossfit